terça-feira, 29 de março de 2011

Sabe, não é por uma questão de gostar ou não. De querer manter barreiras ou não. É uma questão de se entregar, e eu não estou pronta. Por mais que eu sinta o que eu sinto, que por muitas vezes se confunde, eu não estou pronta pra entrar nesse teu barco agora. Sua maré está calma e a minha tsunami. Pode ser que em algum tempo atrás estivemos na mesma sintonia, mas a frequência mudou pra mim, e você continua ai, sentindo as mesmas coisas por um EU que não existe mais. Eu que antes de vidro, como tu mesmo já mencionasse, agora só o pedaços cortantes de quem eu já fui. E você querendo cuidar da mesma forma, se aproximar da mesma forma, mesmo sabendo, ou melhor, tendo a certeza que eu iria te cortar, e eu fiz. E farei novamente, porque eu sou assim, estou assim. Você vai sangrar sempre que tentar se aproximar, e não será por falta de aviso, sangrará todas às vezes.  Não é por você, não é sua culpa, não é clichê, mas o problema sou eu, não você. E mesmo que você se prontifique a esta ali, a minha espera, eu não posso continuar a te iludir que eu vou voltar a ser doce como já fui. A ser meiga e tocável como um dia você confessou eu ser. Porque as coisas mudam, e às vezes mudam de forma tão bruscas que acabam transformando quem se é. E foi isso que aconteceu comigo, eu entrei num furacão, e constantemente estou lá, entre coisas voando e girando ao meu redor, algumas me arranhando, cortando, dilacerando. Não se iluda que a dor precisa ser visível, tem dor que nem sabemos expressar, mas que são as mais intensas. E você esta ali, fora desse furacão, la embaixo em terra firme enquanto eu estou voando, e você sorrir e acena, como se eu estivesse pertinho de você, mas não estou, estou la em cima, toda cortada e você não me enxerga sangrar, não imagina minha dor. Fica simplesmente esperando eu descer e continuar, como se tudo estivesse bem, sem estar. E nessa sua tentativa em me trazer pra perto, você tira minha concentração em desviar das coisas que tentam me atingir, e me faz sorrir quando encosta minha mão e me puxa pra junto. Mas ai vem uma coisa de surpresa e me acerta em cheio, e eu sangro novamente, choro. E vou pra longe de novo, e você sorrir e acena, enquanto se ilude que eu vou voltar e segurar sua mão.

15 comentários:

  1. é que estou mudando e você não entende....
    minha vida não é mais ficar na beira da praia,
    eu estou lá no fundo...procurando mais...e eu
    quero bem mais...não se iluda.

    Lindo...Ameiii...Bjaum Dona Cor.*.*.

    ResponderExcluir
  2. Wow...

    Olá Dona Cor. :)

    Olha, esse seu post me deixou sem palavras. Parece que escreveu pra mim.

    Obrigado pela leitura lá no meu blog. Não tenha dúvidas de que depois desse seu post eu vou acabar voltando mais rápido. Mas é que realmente preciso dessa pausa, pra deixar um "caco" partir (e pra eu tb não virar um caco de vidro, como tem acontecido).

    Adorei seu blog, vou ler mais coisas.

    Beijo, abração.

    ResponderExcluir
  3. Há momentos e momentos, tudo acontece no seu momento certo.
    Não devemos antecipar nada, mas tambem não devemos tarder por conta do medo..
    temos que ter ousadia de conseguir seguir em frente!

    Tua hora, teu momento vai chegar..
    não se preocupe!

    beijos

    ps: admiro sua coragem de ser sincera consigo mesma.

    ResponderExcluir
  4. Huy !!! Essa foi forte!
    essa parte :
    "Mas ai vem uma coisa de surpresa e me acerta em cheio, e eu sangro novamente, choro. E vou pra longe de novo, e você sorrir e acena, enquanto se ilude que eu vou voltar e segurar sua mão."
    e "Porque as coisas mudam, e às vezes mudam de forma tão bruscas que acabam transformando quem se é".
    o.O
    Muito profundo seu texto !
    e é tudo verdade!

    ResponderExcluir
  5. Ei, respondendo ao seu comentário no meu blog:
    já não sei mais se o que eu tenho é real coragem ou se é falta de vergonha na cara pra dizer pra mim que acabou.
    a unica coisa que sentimos é que gostamos, não é mesmo?
    Seria mais fácil se todo sentimento fosse recíproco.

    Beijos. =*

    ResponderExcluir
  6. Dona Cor... (adorei o nome)

    Será tão difícil perceber quando estamos no furacão?
    Como é a sensação de estar no furacão? Vc acabou aprendendo alguma coisa com isso?

    ResponderExcluir
  7. Acho, então, que nos encontramos no momento oportuno... Não vivemos a mesma situação, mas vivemos sentimentos muito parecidos!!

    ResponderExcluir
  8. fortíssimo o que você escreveu aqui...quantas e quantas pessoas deveriam ler isto...

    beijos para você!

    Bia

    ResponderExcluir
  9. Viver um dia de cada vez!
    Adorei o post e a nova cara do blog =]
    Bjs

    http://bruhworspite.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Mas ai vem uma coisa de surpresa e me acerta em cheio, e eu sangro novamente, choro.
    e são cada surpresas que o amanhecer nos proporciona né? felizmente ou infelizmente,ainda não defini,cada dia vem recheado de surpresas,e as vezes não estamos preparadas para acolhe-las em nosso mundo,até quando são boas demais,as vezes nos assunstam não é?
    Post mtoo lindo,profundo e intenso,vindo da alma mesmo!Gostei
    Obrigada por visitar meu espaço,já estou a seguir-te,voltarei sempre.
    Beijo e um fim de tarde pleno pra ti!

    ResponderExcluir
  11. Que delícia de blog, adorei!

    Obrigada pela visita no
    http://olhosdocoracao-danielle.blogspot.com/

    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. nossa que post lindo, já tô te seguindo, depois aparece no meu: trendluxo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Caramba!!!!


    este eu precisei salvar! É tão complicado sentir isto tudo...

    Um beijoo!

    ResponderExcluir
  14. Renata disse:
    Você escreve tão encantadoramente quanto alguém que conheço.Com toda essa aflição,com esse medo de se entregar,com sentimentos doloridos tão bem descritos,como se fosse fácil escrever sobre o inexplicável.Mas não é,e você faz isso tão bem...
    Então,resolvi ficar por aqui com suas palavras,porque me deixaste sem muitas para comentar-lhe.

    *Bjs,tudo muito lindo por aqui!

    ResponderExcluir
  15. Oiiee...
    Tem uma montoeira de selos no Menina Segredos
    pra você...vai lá e pegue os que puder:

    http://meninasegredos.blogspot.com/2011/04/selos.html

    Bjaum.*.*.

    ResponderExcluir